Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

É Contar e Encantar

Com o que é que te apetece sonhar hoje?

É Contar e Encantar

Com o que é que te apetece sonhar hoje?

12
Dez15

Banho de Maionese (3) 1 - Na Festa dos Sentidos Emaranhados e Olhos Encarnados

Olavo Rodrigues

stock-photo-man-with-the-mess-instead-head-1418442

 (Samuel a narrar)

Cheguei à porta da Constança com um ramo de rosas brancas. Procurei a campainha, mas não a encontrei. As campainhas costumam ser botões quando inseridas em prédios e são salientes e estão envolvidas por um contorno quadrangular no caso de servirem casas rasteiras como a da minha... Amiga.

Não havia claramente nenhum adereço na paredes que seguisse tais padrões, portanto, bati à porta com força. Achei por bem meditar nas palavras, pelo que quando a Constança me abriu a porta, o meu regresso ao mundo real foi repentino e abrupto, tendo-me isto saído isto instintivamente:

- São brancas porque não quero fazer sexo contigo! - Ela não sabia se havia de ficar chocada, confusa ou divertida.

- Ah... Muito bem, está registado... Não te preocupes. - Riu-se por fim ao aceitar as flores. - Uau, Samuel, sinto-me lisonjeada, mas... Não é suposto isto ser um encontro.

- Oh, as minhas desculpas, não sabia qual a ocasião certa e achei por bem trazê-las na mesma, não fosse eu cometer uma falácia. 

- São verdadeiras, ena! 

- Calculei que isso ampliaria o efeito positivo sobre ti. Não sabia quantas devia trazer, por isso, decidi guiar-me pelo número de letras do teu nome, que vem de Constantius em latim. Significa constante, determinada e também uma variante medieval de Constância (o feminino de Constâncio) encontrada em escritos portugueses dos séculos XIII e XIV. (http://www.dicionariodenomesproprios.com.br/constanca/)

Cheguei a pensar que seria melhor seguir a quantidade de letras de Constantius, pois tal como as rosas podias querer que tudo fosse o mais natural possível, no entanto, por outro lado...

- Calma, eu adoro-as, são perfeitas independentemente do número. - Aproveitei a oportunidade para recuperar o fôlego. 

- Obrigado, estou-te eternamente grato por me teres interrompido. 

- Isso são tudo nervos por causa da festa? - A rapariga largou uma gargalhada. - Não te preocupes, passam-te com uma bruta duma bebedeira. Anda. - E com isto, deixando-me completamente atónito e sem palavras, pegou-me na mão e começou a andar, estava claro que chegaríamos atrasados se eu ficasse ali a matutar.

O caminho foi todo feito em silêncio, quer a andar, quer nos transportes públicos. Quando entrámos, senti que a música me penetrava de tão alta que estava. Além disso, detestava-a, era electrónica.  À minha volta, uma tempestade de sensações tomava forma - a música quase me rebentava os tímpanos (obviamente), ouvia as pessoas a rir, a falar... A vomitar, inalava diversos cheiros de toda a espécie... Era impressão minha ou alguns eram originários de ervas medicinais? Cores vibrantes por todo o lado! Das vestimentas, das luzes fluorescentes que me encadeavam e massacravam a vista. 

 Ainda a processar tanta informação, dei por mim ao pé de indivíduos que não conhecia de lado nenhum. A expressão que mostravam ao retirar prazer das ervas medicinais era estranha... Mas que raio?! Não paravam de se rir sem motivo aparente. Seria a depressão o problema deles?

- Samuel, estás com o grupo errado. - Disse a Constança do nada enquanto me arrastava para uma reunião com outros desconhecidos.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D